Como ganhar tempo na seleção

community, connection, woman

Melhorando essas 2 etapas do seu processo seletivo, você vai economizar tempo – e dinheiro – e aumentar a assertividade do processo e de quebra, diminuir a subjetividade (achismo).

Triagem: avaliação do currículo

Quanto tempo você leva para avaliar um currículo e verificar se o mesmo atende as necessidades mínimas da vaga (idade, escolaridade, cidade, interesse, etc) e decidir se deve leva-lo para uma entrevista ou não?

Contabilize esse tempo e multiplique pelo número de currículos que você recebeu para esta vaga e você terá uma estimativa de tempo necessário para a triagem.

Quando custa a hora do profissional que está fazendo a triagem? Multiplique pelo tempo que vai levar só para chegar em “alguns possíveis” candidatos, pois ainda tem o restante do processo.

Dica: Reduzir o tempo que se leva para encontrar candidatos que atendam os mínimos requisitos necessários para a vaga representa IMEDIATAMENTE uma redução de custos!

Você recebe muito currículo repetido? E currículos desatualizados?

Isso acontece – geralmente – pelo desespero dos candidatos em conseguir o emprego. Muitos acham que, por enviarem 10x o currículo para o recrutador, terá mais chances de ser chamado. Isso geralmente acaba gerando um efeito contrário 🙁

Sugestão: O ideal é que o candidato não consiga enviar mais que uma vez o seu currículo para a vaga.

Todos os sistemas para R&S da Kombo realizam esse filtro (1 cadastro por pessoa e 1 envio por vaga). O Kombo Estratégico ainda conta com uma ferramenta de “pré-análise” de currículos, que confronta – em segundos – os dados da vaga com todo o banco de currículos, relacionando a porcentagem de relevância dos candidatos com a vaga, permitindo que o RH não perca seu tempo abrindo e analisando currículos que não tenham o mínimo de aderência com a vaga!

Métricas: Gerenciamento do processo

Qual é a vaga mais difícil de fechar? Quanto tempo se leva para fechar um processo seletivo? O gestor da área participa do processo seletivo? São feitos pareceres dos candidatos avaliados, para utilizar no futuro (histórico)? Quantos testes são aplicados nos candidatos? Quanto tempo tem demorado cada entrevista?

Somente o que é medido pode ser melhorado!

Informações como estas são importantes para poder direcionar investimentos, organizar processos, estabelecer prazos de entrega e fazer o planejamento da área.

Sugestão: Procure envolver o gestor da área no processo seletivo (pessoa que irá gerir o contratado), principalmente se a vaga exigir conhecimentos técnicos específicos, pelo menos para avaliar a parte técnica do currículo dos candidatos que serão chamados para a entrevista. Um dos maiores “ladrões” de tempo, são as entrevistas demoradas e sem foco.

Se ainda não aplica testes durante o processo, recomendo que o faça o mais rápido possível. Principalmente testes técnicos (criados pelo gestor da área por exemplo) e comportamentais, podem agilizar muito o processo e minuir a “subjetividade” do processo. Com os resultados dos testes, faça a entrevista com foco em validar o que os testes mostraram e o que ficou duvidoso.

No sistema Kombo Estratégico, você poderá gerenciar seus processos seletivos, adicionando quantas etapas precisar, acesso aos currículos atualizados e com informações extras adicionadas pela empresa (categorias, pareceres, mensagens, etc) e acompanhar o andamento do processo como um todo. Se ainda não o conhece, solicite uma demonstração gratuita 😉 

Gostou do conteúdo? Assine a nossa newsletter e receba nossos conteúdos em seu e-mail! É grátis ;-)

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Oi, sou a Fernanda!

Você quer agilizar os processos do seu RH, fazer MAIS com MENOS e ainda torna-lo ESTRATÉGICO?

Informe seu e-mail e receba – grátis – conteúdos exclusivos!